home    message    archive    theme
Reblog - 174 notes
Reblog - 488,281 notes
Reblog - 1,061,722 notes
Reblog - 1,949 notes
Ela é exatamente como os seus livros: transmite uma sensação estranha, de uma sabedoria e uma amargura impressionantes. É lenta e quase não fala. Tem olhos hipnóticos, quase diabólicos. E a gente sente que ela não espera mais nada de nada nem de ninguém, que está absolutamente sozinha e numa altura tal que ninguém jamais conseguiria alcançá-la. Muita gente deve achá-la antipaticíssima, mas eu achei linda, profunda, estranha, perigosa. É impossível sentir-se à vontade perto dela, não porque sua presença seja desagradável, mas porque a gente pressente que ela está sempre sabendo exatamente o que se passa ao seu redor. Talvez eu esteja fantasiando, sei lá. Mas a impressão foi fortíssima, nunca ninguém tinha me perturbado tanto. Acho que mesmo que ela não fosse Clarice Lispector eu sentiria a mesma coisa.
by Caio Fernando de Abreu sobre Clarice Lispector. (via
sou-inseguro)

(Source: vem-me-cativar, via sou-inseguro)

Reblog - 21,867 notes
Reblog - 61,056 notesliriadas:

Keeping secrets…
Eu me pergunto todos os dias o que eu faço em uma cidade considerada “cidade do amor.” Sem estar com o amor da minha vida ao meu lado.
by Verona 1995 (via
frowsly)

(Source: romancites, via frowsly)

Reblog - 25,541 notes
Reblog - 7,840 notesbecausehawaii:

-
Reblog - 237,628 notes
Reblog - 4,393 notes
Reblog - 11,422 notes
Reblog - 223,992 notes
Não vou ficar mendigando atenção de ninguém, vai tomar no cu.

(Source: conspirada, via ciumesss)